Música Concreta

Você provavelmente nunca ouviu falar de música concreta, pensando nisso antes vou falar sobre o concretismo para que possamos entender a ideia por trás disso tudo.

O concretismo foi um movimento vanguardista surgido na década de 50 com o propósito de romper  a ligação com alguns movimentos artísticos anteriormente existente afim de criar uma nova forma de expressão que desvinculasse sua forma de seu conteúdo.

Apesar do nome, a arte concreta por muitas vezes paradoxalmente soa como abstrata, em especial a música concreta, isso por que muitas vezes os timbres usados e as técnicas de composição faz lembrar trilhas sonoras de filmes de ficção científica. Só temos que tomar cuidado de não confundir o concretismo com o realismo, o concretismo não tem por objetivo retratar a realidade.

Algumas pessoas notam e concluem que um dos efeitos que o concretismo proporciona é a sessação de que uma ideia abstrata manifesta-se de forma concreta diante de seus expectadores, tornando uma entidade palpável (por vezes literalmente) e tangível. Isso se dá por que o concretismo tem como fonte o movimento abstracionista moderno, porém nega sua abstração com a afirmação de que ele existe de fato apenas por podermos vê-lo.
Certo, o papo está ficando chato, mas vamos entender com alguns modelos práticos.

Veja a pintura abaixo:

Hércules Barsortti - Multileituras Opcionais / 1974

Hércules Barsortti - Multileituras Opcionais / 1974

Se você está lendo isso e não deu muita atenção à imagem, volte a olhá-la com mais calma.

Note que mesmo a imagem não ser a expressão de uma ideia preconcebida ou de algum sentimento bem definido, ainda assim essa pintura existe, ela está lá, suas linhas, cores, ângulos, vértices e tudo mais que a constitui.
Talvez você possa ter pensado: “se isso é arte, até eu faço!”. Para estes vou colocar algumas posições a ser pensadas: 1) Toda a arte é um empreendimento humano de expressar sua imaginação e seus sentimentos. Isso foi feito. 2) De fato qualquer um poderio tê-lo feito, mas de fato alguém o fez. É fácil dizer, difícil e botar o cérebro para trabalhar e mão na massa.

Vejamos agora um exemplo de poesia concreta, trata-se do poema O Pulsar de Augusto de Campos:

 

O Pulsar - Augusto de Campos

O Pulsar - Augusto de Campos

Esse poema possui uma forte ideia do concretismo, note que o conteúdo dele ultrapassa sua própria escrita. Para tanto, em geral, são usados recursos visuais e algumas vezes audiovisuais para atingir o patamar de algo que existe por si próprio. Além do mais, note que o poema possui um movimento definido, uma fluidez progressiva e proporciona um entendimento completo de sua ideia que possivelmente não poderia ser expressada de outra maneira.

Esse tipo de sensação também é provocada ao escutar a música concreta, mas fazê-la não basta ter os equipamentos certos e saber usá-los, é preciso estudar muito as possibilidades desses instrumentos, as técnicas envolvidas e como abordar tudo isso. O importante e tentar ter um desapego a outras músicas com melodias românticas e alegres que talvez você possa estar acostumado.

A música concreta, bastante referenciada no meio acadêmico como musique concrète ,é como chamamos as músicas tocadas com o uso de instrumentos eletrônicos e instrumentos inconvencionais. A técnica mais comum de sua produção e a união de sons naturais que pode variar de qualquer tipo de ruido até sons de instrumentos musicais que são processados e por vezes modificados juntamente com outros sons sintetizados por meio de equipamentos eletrônicos e algumas vezes por softwares.

Uma diferença grande que vemos é que, diferentemente da música erudita convencional, a maior parte do som produzido não é retirado a partir de uma partitura musical pré-concebida, porém alguns tipos de notações usando a escrita de partituras comuns até o uso de gráficos, fluxogramas, textos e imagens são feitos para que o autor possa se orientar em sua produção afim de conseguir o seu objetivo.

Pierre Schaeffer, engenheiro eletrotécnico e locutor de uma rádio Parisiense , é considerado o criador da chamada música concreta. As primeiras composições de Shaeffer, que incluíam a manipulação sonora por meio da variação da velocidade ou do sentido de leitura das gravações, foram feitas entre 1948 e 1949 e tinham um efeito musical fraco, muitas vezes incoerente pela sua natureza fragmentária. Em 1951, cria o Grupo de Pesquisa de Música Concreta (Groupe de Recherche de Musique Concrète – GRMC) começam a surgir suas músicas mais expressivas.

O vídeo a seguir é um registro da música Scherzo de Pierre Shaeffer:

De fato é dificil separar o conceito de ruido ao ouvir esse  Scherzo, e de fato há muito ruido, porém obviamente o autor colocou propositalmente para conseguir criar sua arte. Isso nos dá novamente a ideia da arte concreta, pois o conteúdo está ali, ele existe, por mais abstrato que possa parecer.

Uma coisa importante é lembrar que a arte não existe para despertar os sentimentos românticos como o amor, a melancolia, a calma, a alegria ou a nostalgia. Precisamos levar em conta que temos outros sentimentos como medo, estranheza, tristeza, angustia, impaciência, dor e outros mais que podemos sim senti-los através da arte.

Outra coisa que nos faz estranhar essas músicas é a ausência de uma harmonia, uma melodie e de um ritmo, mas lembre-se que mesmo na natureza nada é tão pontual, tão exato, tão inteligível, entretanto com um pouco de esforço podemos sentir seu ritmo, melodia e harmonia sonora.

Um exponente nome na arte da música concreta é, sem dúvidas, Karlheinz Stockhausen, autor extremamente criativo que usava elementos teóricos matemáticos e musicais com o qual conseguiu chegar a resultados muito interessantes e inovadores. Ele juntamente a outros autores, em sua maioria europeus, levaram a música concreta a um real status de música e tornou esse estilo mais difundido pelo mundo, especialmente entre o público de “música experimental”.

A música “Gesang der Junglinge” de Stockhausen, considerada por alguns a primeira música eletroacústica, demonstra bem não só seu estilo como também o estilo comparável com a maioria das músicas concretas.   Traduzida literalmente como “Canção da Juventude” trata-se de uma história bíblica em O Livro de Daniel , onde Nabucodonossor lança Sadraque, Mesaque e Abednego em uma fornalha ardente , mas milagrosamente eles estão ilesos e começam a cantar louvores a Deus . Este texto é apresentado numa escala cuidadosamente planejado de sete graus de compreensão.

Existem em Gesang der Junglinge três tipos básicos de materiais utilizados: 1) a voz gravada de um menino soprano, 2) tons senoidais gerados eletronicamente e 3) os pulsos gerados eletronicamente (cliques). Cada uma destas pode ser composto ao longo de uma escala que vai de eventos discretos para massas sonoras “complexas” estruturado estatisticamente.

Em suma o maior brasileiro compositor e contribuinte ativo no desenvolvimento da música concreta, em específico a música eletroacústica é o maestro Jorge Antunes. Na década de 60 ele já fazia as primeiras músicas eletrônicas do Brasil, que com a ajuda de sua formação em física na Faculdade Nacional de Filosofia (FNFi) pode criar seus próprios instrumentos.

Infelizmente não há muitos exemplos a música de Jorge Antunes na internet, porém encontrei a música Contrapunctus Contra Contrapunctus e coloquei logo abaixo, porém sugiro fortemente a quem quer conhece-lo ouvir a música Elegia Violeta para Monsenhor Romero. O site Piano Clássico dispõe dessa obra para ser feito o download: http://www.pianoclassico.org/2009/06/no-se-mata-la-justicia.html

Se você não gostou de nada do que ouviu aqui, saiba que esse é realmente um sentimento esperado, a maior parte das pessoas não tem paciência em degustar essas músicas. É obvio que não são musicas para ouvir com amigos, para se distrair ou para se concentrar, essas são músicas para você realmente ouvir, não fazer mais nada além de ouvir (claro que isso não é uma verdade constante).

Com o tempo a musique concrète foi de certo modo substituída por outras formas de música eletrônica emuito da música concreta é usada em outras músicas (que não só trilhas sonoras de filmes de ficção científica). Toda a música eletrônica ouvida em boates e afins partem de alguns dos princípios da música eletrônica, a maioria é consistida de ruídos microtonais, graves indefiníveis, harmonias atonais e mistura de sons de coisas reais com elementos eletrônicos. A maior diferença dessas músicas e das outras (que, para serem diferenciadas, são chamadas de eletroacústicas) é que o rítmo, em geral, é bem marcado em compasso 4/4 para facilitar a dançar e que é feito o uso, por muitas vezes excessivo, de repetições para facilitar o entendimento e a degustação.

A música concreta influencia muitos músicos conhecidos, além do pessoal da música eletrônica como o Frank Zappa, os Beatles, Pink Floyd, ELP, Genesis, Dream Theater entre outros. O jazz absorve as vezes elementos da musique concrète, em especial o Free Jazz e alguns Experimental Jazz.

O tema sobre a música concreta é realmente muito complexo e muito amplo, outros artigos virão para falar mais sobre o assunto, mas para não deixar de ser, aí vai uma do Hermeto Pascoal bem  musique concrète. A música tem o nome de Sereiarei e é uma compilação de vocais com porcos, perus, galinhas, patos, coelhos e gansos, basicamente.

Fontes:

http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/noticias/2010/100304NotC.aspx?tipoNoticia=1&idioma=pt-br
http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_verbete=370
http://mundoestranho.abril.com.br/cultura/pergunta_286075.shtml
http://www2.uol.com.br/augustodecampos/poemas.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/Gesang_der_J%C3%BCnglinge
http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%BAsica_concreta
http://www.jorgeantunes.com.br/biografia.htm

Todos os links acima foram acessados no dia 10 de Janeiro de 2011

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Concretismo, Hermeto, Música

3 Respostas para “Música Concreta

  1. Iglezia

    Adoro música concreta e arte concreta no geral.

    Estou estudando sobre o tema e as reações que a música concreta provoca nas emoções das pessoas.

    Muito bom o post!

  2. Ed'Marrie

    Queria parabenizar pelo belíssimo post. Estou na intensão de fazer um artigo sobre o assunto e este post me ajudou muito!!!! Obrigada!

    • leandrogb87

      Muito obrigado! Não se esqueça de divulgar o link do seu post aqui nos comentários quando terminar de criá-lo.
      Comentários como esse me incentiva a manter esse blog atualizado, ultimamente devido a falta de tempo me foco mais no meu tumblr: http://rudepoema.tumblr.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s